Eu vim de longe

Entrevista de Anastasia Khimich

“Gosto de bacalhau à Brás”


A viver em Portugal há 2 anos, Mariana Lazarenko, 17 anos, natural da Ucrânia, frequenta, desde o ano letivo 2015/2016, o curso profissional técnico auxiliar protésico na escola secundária Calazans Duarte. Mariana é a nossa entrevistada deste mês na rubrica Eu vim de longe.

Anastasia Khimich: Tens saudades do teu país?
Mariana Lazarenko: Às vezes.
AK: Costumas ir para a tua terra passar as férias?
ML: Sim, mas só uma semana.
AK: Tens família lá?
ML: Sim, a minha avó está lá.
AK: Porque vieste para a Marinha Grande?
ML: Porque a minha irmã casou-se com um rapaz da Ucrânia que estava a viver na Marinha Grande.
AK: Os teus pais vivem cá?
ML: Sim.
AK: Eles já fizeram algum curso de português?
ML: Sim. O meu pai e o meu irmão Ivan fizeram o curso de Português para Estrangeiros com a professora Alice Marques. E a minha irmã, com a professora Isabel Brás.
AK: Vocês costumam falar português em casa?


ML: Não.
AK: Em casa veem televisão portuguesa?
ML: Não.
AK: Porque escolheste esse curso?
ML: Porque gosto e porque é interessante fazer próteses.
AK: Qual foi a maior dificuldade que enfrentaste na escola?
ML: A língua! Quando cheguei a Portugal não sabia nada da língua portuguesa!
AK: Como tens conseguido ultrapassar essa dificuldade?
ML: A falar com os colegas da turma e com os meus amigos. As vezes costumo ler livros em português, mas ainda não entendo tudo. E as aulas que tenho de PLNM ajudam muito.
AK: Tens amigos na turma?
ML: Sim!
AK: E na escola?
ML: Não.
AK: Achas que os colegas te discriminam por seres estrangeira?
ML: Não.
AK: As raparigas e os rapazes portugueses são diferentes dos do teu país? Em quê?
ML: Sim, na Ucrânia são mais calmos.
AK: Como é que se comportam nas escolas?
ML: Na escola são mais ao menos iguais.
AK: E os professores?
ML: Aqui os professores estão mais interessados nos alunos. E na relação pessoal são mais amigos dos alunos.
AK: Os jovens da tua idade saem mais lá ou aqui?
ML: Saem mais lá.
AK: Fora da escola, como ocupas o teu tempo?
ML: Passo tempo com a minha irmã e quando o meu irmão está em casa costumo ir sair com ele. Tenho 2 cães em minha casa e 7 na casa da minha irmã, por isso, também, costumo ir passeá-los.
AK: Quais são as maiores diferenças entre a terra onde nasceste e a Marinha Grande?
ML: Na Ucrânia no inverno há neve e aqui chove mais. A comida é completamente diferente. Principalmente, a sopa. Lá não costumam passar a sopa como aqui. E comem mais carne.
AK: Em casa fazem comida ucraniana ou portuguesa?
ML: A minha mãe faz comida ucraniana, já o meu pai cozinha comida portuguesa.
AK: Gostas de algum prato português?
ML: Sim, gosto muito de bacalhau à Brás.
AK: Pretendes continuar os estudos numa universidade portuguesa ou pensas ir trabalhar quando terminares o secundário?
ML: Pretendo continuar os estudos numa universidade portuguesa.
AK: O que queres seguir e para onde pensas ir estudar?
ML: Quero estudar Medicina Dentária e quero ir para Lisboa.
AK: Pretendes ficar em Portugal e arranjar aqui a tua própria família?
ML: Sim, mas com um ucraniano.
AK: Então e já tens namorado aqui?
ML: Ainda não!
AK: Não consideras possível arranjar um namorado português?
ML: É possível.
AK: E de outra nacionalidade?
ML: Isso tenho de pensar.