Ambição


Gonçalo Ruivo


A ambição é o que nos mantém a perseguir aquilo que desejamos. É algo que permite a uma pessoa ou várias alcançarem um objetivo. No entanto, por muito que a ambição tenha permitido vários conquistas humanas ao longo da história, também é a causa de vários desastres.
Por um lado, a ambição é responsável por manter o ser humano no caminho de alcançar o que deseja, evitando quaisquer descaídas pela jornada. A ambição leva uma pessoa a ir mais longe com as suas capacidades, para mostrar aos outros que não desiste e para ser um dos melhores. É possível exemplificar este aspeto ao observar desportistas hoje em dia. Enquanto alguns já são dotados, outros têm a ambição de trabalhar arduamente para chegar mais longe e serem os melhores. Estas pessoas não desistem facilmente e servem para mostrar que sem esforço não se alcança nada.
No entanto, a ambição pode dar a uma pessoa forças para alcançar o que deseja, sendo que esse desejo pode não beneficiar os que o rodeiam e até mesmo magoar. Através da ambição uma pessoa irá defender o seu ponto de vista a qualquer custo, o que leva e já levou a desastres colossais ao longo da história da humanidade. Tomemos como exemplo o Estado Islâmico, que destrói o mundo há vários anos graças às suas crenças e ambições. Mas, ao mesmo tempo, enquanto os seus atos são vistos como ataques à humanidade, eles têm um ponto de vista completamente oposto. Deste modo, a ambição fomenta as mentes dos terroristas para cometerem atos destrutivos.
Em suma, enquanto a ambição pode ser a fonte de inspiração para o ser humano alcançar os seus objetivos e se esforçar mais a fazer o mesmo, certos objetivos são desastrosos para o resto do mundo. A ambição leva uma pessoa a proteger o seu ponto de vista, e, em certos casos, tais pontos de vista são diferentes aos olhos do resto da humanidade.