Dia do Diploma


P&V

Foram 260 os alunos da Calazans Duarte chamados este ano para receberem o diploma do ensino secundário: 175 do ensino regular, 55 do ensino profissional, 17 do curso EFA e 13 dos cursos vocacionais. A entrega ocorreu no dia 6 de outubro, no grande auditório, completamente cheio de alunos, pais e professores. Muitos alunos, que não puderam estar presentes, fizeram-se representar pelos pais e receberam, das mãos dos diretores de turma ou de membros da direção da escola, o diploma, simbolicamente numa pasta dourada, “porque estes foram anos de ouro”, disse o diretor. Foi-lhes também entregue um dossiê com toda a documentação do processo de alunos, nalguns casos desde o pré-escolar.


Cesário Silva, diretor do Agrupamento Poente foi o anfitrião. Sublinhou a ideia da escola como uma grande equipa, felicitou os alunos e agradeceu a todos os que na comunidade escolar contribuem para que, todos os anos, centenas de jovens terminem com sucesso esta fase de ouro das suas vidas: colegas da direção, professores, técnicos administrativos, assistentes operacionais e pais e encarregados de educação. Num registo bem humorístico, foi também um repórter, falando com dezenas de alunos, querendo saber o que estão a fazer agora. As estatísticas dão-nos conta de que, dos 210 candidatos ao ensino superior, entraram 186, mas foi através das palavras de muitos que soubemos onde estudam e como foi a adaptação a este novo ciclo de vida. Também alunos dos cursos profissionais que optaram por ir trabalhar falaram sobre o emprego.
Aos dois melhores alunos que terminaram em julho de 2016 o seu percurso secundário foi entregue um cheque-livro no valor de 50 €. João Vaz, aluno do curso científico-tecnológico terminou com 19 valores e já é estudante de Medicina na Universidade de Coimbra; Francisco Fernandes, aluno de humanidades, também terminou com 19 valores e estuda Direito na Universidade Nova de Lisboa. Foi um dos mais brilhantes colaboradores do P&V, escrevendo sobre cinema.